16/03/09

"TROFÉU REGINALDO ROSSI": O passe é a semeadura do Gol.

"Troféu Reginaldo Rossi"

Quem não vive para servir, 
não serve para ser garçom.

A IDEIA para a instituição da láurea vem do belo lance em que Lenny supera um defensor e serve o companheiro para a finalização que rendeu o segundo gol do Palestra, contra o Barueri. Um drible afrontoso, que desconsiderou a condição do adversário, ignorando sua igual posição de colega de trabalho. 
Apesar dos gravames que o drible impingiu ao pobre zagueiro,  ao verdugo podem ser imputadas todas as pechas, menos a de que não seja cristão: Lenny fez aquilo pelo próximo. Humilhou para servir. Imolou um joão para entregar a bola, de bandeja, ao artilheiro, o destinatário das glórias do gol. 
Lenny leva o caneco, na sua primeira versão. O virtual troféu não tem dono definitivo. Passa de mão em mão, sempre que uma assistência, por sua beleza, pela fina técnica, ou pela importância do lance  para o destino de uma competição, justifique a entrega do laurél. 
Sugira nomes mandando email para   futeborfutebor@gmail.com 
O patrono da homenagem, que dá título ao troféu, é o músico e compositor Reginaldo Rossi, que se celebrizou com a música "GARÇOM". 

ILUSTRAÇÃO:Lenny, na sua chegada ao Palmeiras. Clique AQUI, e veja o drible maravilhoso que abriu caminho para o segundo  gol do Palmeiras, contra o Barueri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário